Como garantir o engajamento dos trabalhadores com a área de T&D

Deskless workers learning on mobiles

Como fazer com que a sua equipe se engaje na sua plataforma de treinamentos e incentivar o envolvimento dos trabalhadores?

Vejamos o caso de um cliente que investiu muito dinheiro na criação da sua primeira Universidade Corporativa. Eles criaram uma tonelada de cursos e fluxos de conhecimento e criaram vídeos 4K incríveis. Até desenharam tudo de acordo com a linguagem da organização. O entusiasmado CEO convida os seus colaboradores e parceiros para a nova Universidade e mostra como a área de treinamentos está mais desenvolvida e profissionalizada. Mas, depois do lançamento, apenas 20% dos usuários convidados acessaram a plataforma. Então, como poderiam ter feito de forma diferente e com o máximo de sucesso?

“É um fato que a aprendizagem online é o futuro e irá, sem dúvidas, substituir a aprendizagem presencial no futuro.”

FORBES

Como é que criamos cursos ou programas que incentivam o engajamento dos funcionários na aprendizagem? Como podemos garantir uma mudança de comportamento e impulsionar o desempenho nos cursos de treinamentos disponíveis? A maioria das plataformas de treinamento e desenvolvimento adota uma abordagem básica para medir o nível de envolvimento dos colaboradores na aprendizagem. Mas um dos principais desafios é promover a mudança para que os empregados se envolvam ativamente na aprendizagem como parte do seu trabalho cotidiano e como parte do seu conjunto de responsabilidades essenciais. Então, o que pode ser feito para que os seus alunos se envolvam com o conteúdo?

Vejamos algumas dicas mais estratégicas para garantir e maximizar o engajamento dos funcionários no ambiente de aprendizagem e formação em qualquer organização.

1. Cultura de aprendizagem

Se quiser apostar tudo numa estratégia, deve ser esta!

A criação de um evento de lançamento para articular intencionalmente e apoiar uma cultura de aprendizagem estabelece as bases para o envolvimento contínuo dos funcionários nas ações de T&D. Além disso, uma forte cultura de aprendizagem aumenta significativamente o impacto empresarial, porque os benefícios vão muito para além do que lotar uma sala de aula (virtual).

É necessário trabalhar para mudar a mentalidade dos colaboradores, para que compreendam que a aprendizagem é uma jornada e não um único evento ou destino. Além disso, os líderes devem ser capazes de modelar o comportamento desejado. Certifique-se de que os seus líderes/gestores tenham a mesma visão e busquem os mesmos objetivos que você. Eles precisam impulsionar o aprimoramento da empresa, então faça com que compartilhem o que aprenderam e como foi divertido.

Faça da aprendizagem uma prioridade da organização.

Mais importante ainda, uma cultura de aprnedizagem deve incluir a adesão TOTAL e o apoio de todos os níveis de liderança.

Formalize a aprendizagem

Desenvolva trilhas de aprendizagem, crie planos de treinamento ou desenvolvimento e defina objetivos de aprendizagem para estruturar a formação e a melhoria de competências em toda a empresa. Permita e incentive a aprendizagem no fluxo do trabalho.

Celebre a aprendizagem

Recompense os empregados que aprendem novas competências ou que se destacam na obtenção de resultados em projetos e elogie os mentores internos que encorajam os outros.

2. Conteúdo interativo

Esta questão deveria ser óbvia – mas o que significa “conteúdo interativo e atrativo”?

A criatividade é um bom começo; tornar o programa interativo e garantir que ele comunique claramente os conceitos-chave. Definitivamente, descobriu-se que as experiências de aprendizagem interativa são mais divertidas – tente incluir jogos, dramatizações, pesquisas com o público e contação de histórias ao longo do caminho de treinamento.

Forneça informações que os mantenham ocupados, interessados e sedentos de mais.

A informação deve ser mais um diálogo do que um monólogo.

Algo que seja embelezado com gráficos, infográficos, vídeos e interações interessantes será mais atrativo, assegurando assim que se lembrem da maior parte das informações compartilhadas.

Gamificação – Adicione jogos, questionários e outras interações sempre que possível.

Utilize a Enabley para se comunicar com a equipe e os parceiros e otimizar o engajamento dos colaboradores.

3. Acessibilidade

A aprendizagem deve ser facilmente acessível para reduzir qualquer fricção ou potenciais barreiras à entrada no sistema. Quer esteja centralizada num LMS, quer esteja alojada numa base de dados da empresa, todos devem saber como acessar à plataforma de formação. A qualquer hora. A partir de qualquer dispositivo.

Coloque sempre o aluno em primeiro lugar. A principal prioridade é garantir que a sua plataforma de treinamentos seja fácil de utilizar, com um design que facilita a aprendizagem.

A menos que haja uma razão muito forte para a urgência, recomendamos que deixe o seu público concluir a formação ao seu próprio ritmo. Nem todos os alunos são iguais, e as pessoas gostam de ter o controle do seu desenvolvimento.

4. Plano de reforço

Antes de conceber e planejar o seu roteiro de treinamento, entenda as necessidades, as motivações e os desafios de toda a equipe. Ao estabelecer objetivos, certifique-se de que eles abranjam tanto os objetivos da empresa como os objetivos do aluno. E, definitivamente, ouça o feedback!

Reflita sobre o plano e esteja aberto a atualizações e conselhos. Ajude os alunos a entender e planejar como utilizar o que aprenderam no trabalho. Discuta as intenções de melhorar o desempenho, diminua os ciclos de vendas e reduza a rotatividade – excelentes indicadores para influenciar positivamente o nível de aprendizado na empresa. Os alunos devem também sentir que estão a ganhar algo com a formação a nível individual.

Coloque os seus empregados no centro dos objetivos da empresa.

5. Abordagem centrada nas necessidades

Ou foco prioritário. Tal como no ponto anterior, é fundamental compreender as necessidades e as lacunas de conhecimento desde o início. Além disso, depois de compreender as necessidades dos seus alunos e os objetivos organizacionais, concentre-se mais na definição de prioridades e na departamentalização. Considere as necessidades a curto prazo e as tendências a longo prazo para melhorar as competências dos trabalhadores. É ótimo concentrar-se no treinamento de gestores para apoiar os membros da equipe durante um rápido período de crescimento organizacional, mas não se esqueça de consultar a equipe de liderança sobre as competências futuras necessárias para as prioridades organizacionais em constante mudança.

Quando comunicar sobre novos cursos e capacitações, certifique-se de que o faz na perspetiva do seu público. Mostre o panorama geral e destaque os benefícios adicionais. Isto é importante tanto para o público interno como para o público externo.

Estas cinco estratégias oferecem uma estrutura para envolver os funcionários em programas de aprendizagem formal, mas cada empresa é diferente. As estratégias de engajamento bem sucedidas podem mudar ao longo do tempo com o crescimento da força de trabalho ou com uma mudança nas necessidades organizacionais. O envolvimento dos alunos é uma jornada contínua, por isso lembre-se de se manter flexível e de ouvir os seus alunos. Solicite feedback para avaliar os programas e ajustá-los de modo a satisfazer as necessidades dos alunos. No final, buscamos que todos gostem de se desenvolver e de aprender coisas novas.

Não se esqueça de vender a sua formação de forma atrativa, de modo a aumentar o entusiasmo pelo futuro. Tente não os forçar. O objetivo é criar uma opção de aprendizagem permanente, impulsionando a aprendizagem no local de trabalho com tutoria e um sistema de gestão do conhecimento para incentivar a aprendizagem ao ritmo individual.

Vemos o desafio do nosso cliente de envolver os alunos, compreendemos que não é fácil, mas a Enabley pode ajudar!

Partilhar a publicação:

Publicações relacionadas

Pular para o conteúdo